O Discípulo Radical

Postado em Atualizado em

Título: O Discípulo Radical
Autor: John Stott
Editora: Ultimato
Onde comprar? Editora UltimatoErdosLivraria Ágape (Maceió) – Livraria Cultura
Quando li: maio/2012
Meu Comentário: Aos 88 anos John Stott escreveu seu último livro, o qual trata do que significa ser um discípulo radical. Nesta obra ele apresenta oito característica de um discípulo que são: Inconformismo, Semelhança com Cristo, Maturidade, Cuidado com a criação, Simplicidade, Equilíbrio, Dependência e Morte.

Para mim foi uma excelente leitura, cheia de fundamentos bíblicos e alguns testemunhos de outros irmãos, além do comentário do próprio Stott sobre suas limitações após um queda em que precisou ficar sob os cuidados de outros.

John Stott é sempre uma leitura fácil e agradável, bastante enriquecedora e edificante. Indico este livro para todos os cristãos recém-convertidos e já maduros na fé, afinal sempre é bom avaliarmos o nosso discipulado.

 Sinopse:

Para muitos, é uma grande surpresa descobrir que os seguidores de Jesus Cristo são chamados de “cristãos” apenas três vezes na Bíblia. Claro, sabemos que tanto as palavras ‘cristão’ como ‘discípulo’ implicam relacionamento com Jesus. Mas, por que “discípulo radical”?

Para John Stott, a resposta é óbvia. “Existem diferentes níveis de comprometimento na comunidade cristã. O próprio Jesus ilustra isso ao explicar o que aconteceu com as sementes na Parábola do Semeador (Mt 13.3-23). A diferença está no tipo de solo que as recebeu. A semente semeada em solo rochoso ‘não tinha raiz’”.

Evitamos o discipulado radical sendo seletivos: escolhemos as áreas nas quais o compromisso nos convém e ficamos distantes daquelas nas quais nosso envolvimento nos custará muito. No entanto, como discípulos não temos esse direito.

* * *

O Discípulo Radical apresenta oito características do discipulado cristão que são comumente esquecidas, mas ainda precisam ser levadas a sério: inconformismo, semelhança com Cristo, maturidade, cuidado com a criação, simplicidade, equilíbrio, dependência e morte. Com um texto profundamente bíblico, tocante e de fácil leitura, John Stott mostra a essência do que significa ser um discípulo radical.

* * *

“O lindo chamado de Deus para sermos verdadeiros discípulos de Cristo é o assunto deste livro, que certamente será um marco em sua vida. Ao lê-lo, somos levados a passear pelas características do discipulado cristão: inconformismo, semelhança com Cristo, maturidade, cuidado com a criação, simplicidade, equilíbrio, dependência e morte.

Em uma exposição profundamente bíblica e aplicável, somos levados a refletir sobre a realidade da nossa alma, pensamentos, valores e prática cristã. John Stott se despede com este livro, afirmando ser o seu último. Talvez por este motivo ele utiliza o momento para se concentrar naquilo que é essencial na vida cristã, e o faz como alguém que busca com integridade teológica e coração ardente ser um verdadeiro discípulo de Cristo.”
Ronaldo Lidório, antropólogo e missionário


Anúncios

Gostaria muito de conhecer sua opinião sobre este post/ I'd like to know your opinion about this post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s