Porque me chamam de polêmico?

Postado em Atualizado em

Tenho sido chamado de polêmico por algumas pessoas, porque me propus andar por um caminho diferente de muitos que fazem parte da minha geração. Não me contento com exposições sem fundamentos ou com explicações rasas e não sou adepto de afirmar algumas crenças como sendo a verdade absoluta, sabendo que existem outras respostas para mesma pergunta e que elas são tão coerentes quanto as outras.

Tenho sido chamado de polêmico porque tenho caminhado pelo caminho da desconstrução de crenças que não se sustentam quando avaliadas pelas Escrituras, na verdade tais crenças não passam de aceitações de discursos repetitivos, mas sem reflexão tanto daqueles que os proferem quanto dos que o aceitam.

Tenho sido chamado de polêmico por afirmar que milagre não é regra, mas exceção; que nem tudo que acontece na vida do crente deve ser visto com as lentes do místico ou do mistério, do sobrenatural ou extraordinário, mas também do comum, do trivial, do conhecido, do ordinário e que nem por isso deixou de ser Deus.

Tenho sido chamado de polêmico porque me proponho a falar “todo o conselho de Deus”, mesmo que para isso precise tocar em tabus, controvérsias, teologias engessadas, assuntos desconfortáveis etc.

Tenho sido chamado de polêmico porque como pentecostal não me submeto a qualquer suposta revelação, profecia ou palavra de ordem do “irmão” fulano ou da “irmãzinha” beltrana de oração, quando essas experiências não encontram nas Escrituras sustentação; porque tenho me recusado a vivenciar certas experiências, por saber que as tais podem tocar nossas nossas emoções, mas desconsiderará nossa razão.

Tenho sido chamado de polêmico por estes e talvez por outros motivos, todavia não me proponho a ser polêmico, não que isso me impeça de ser, todavia se a polêmica for um fim em si mesmo em nada glorificarei a Cristo, mas se com ela trago a edificação dos santos e o caminho da maturidade, então glória a Deus, pois em Cristo os que me ouvem crescerão!

Naquele cuja mensagem, apesar de ser escândalo para os judeus e loucura para os gregos, é o poder de Deus,
Zé Bruno

Anúncios

4 comentários em “Porque me chamam de polêmico?

    Rodrigo Moreira disse:
    11 de junho de 2012 às 10:08 am

    Se ser polêmico é isso, quem dera que toda “Israel” fosse polêmica!

    suzana disse:
    11 de junho de 2012 às 4:15 pm

    não vou dizer que esse é o “mal” de quem pensa. Mas esse é o rótulo de quem reflete e não se deixa levar por qualquer conversa fiada. Você não está sozinho, eu mesma, também cansei de ser taxada de polêmica, de radical etc. Que Deus te abençoe. Suzana.

    Jacques Derrida disse:
    11 de junho de 2012 às 7:51 pm

    Prov 26:20 – Sem lenha, o fogo se apagará; e não havendo intrigante, cessará a contenda.

    Adriana Fortaleza disse:
    17 de junho de 2012 às 8:06 pm

    É natural que haja polêmica quando o verdadeiro Evangelho de Cristo, encontrado na Palavra de Deus, é colocado diante do evangelho deturpado que “as nossas igrejas” estão pregando. Chega de falsas doutrinas, de clichês e de religiosidade! Que possamos buscar o Verdadeiro Deus e conhecer cada dia mais a Sua Palavra! Ótima reflexão, Bruno!

Gostaria muito de conhecer sua opinião sobre este post/ I'd like to know your opinion about this post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s