O Problema do Mal no Antigo Testamento – O Caso de Habacuque

Postado em Atualizado em

Título: O Problema do Mal no Antigo Testamento – O Caso de Habacuque
Autor: Luiz Sayão
Editora: Hagnos
Onde comprar? Livraria Ágape – HagnosErdosLivraria Cultura
Quando li: julho/2012
Meu Comentário: Desde a primeira vez que ouvi Luiz Sayão, fiquei admirado com a facilidade com que ele tratava temas difíceis pelo menos para um leigo como eu.

Este é o primeiro livro que leio dele e sobre um tema bastante interessante e que veio a calhar para a temática deste trimestre para aqueles que adotam a lições bíblicas da CPAD.

Apesar de não entender alguns pontos abordados no livro, que são os comentários linguísticos sobre tradução, pois nunca estudei hebraico, já que o autor trata versículo por versículo propondo uma tradução do texto de Habacuque e um comentário, o qual é muito bom!

Outro ponto que gostei neste livro foi a referencia, ainda que pouca da obra do rabino Abraham HeschelThe Prophets – o qual trata sobre o pathos. Tema que tenho muita simpatia!

Não posso esquecer de destacar o primeiro capitulo, que faz uma apresentação das teodiceias que existem e de outras possibilidades para tentar explicar o “problema do mal”.

Acredito que esta obra será de bastante auxilio para aqueles que querem começar a estudar o “problema do mal”, bem como aos que estão estudando o livro de Habacuque!

————————————————————————————————————————————————–

Sinopse: O problema do mal é a questão mais difícil da história da teologia. E tentar resolvê-lo pode se tornar uma armadilha abissal para a fé, a exemplo do próprio ateísmo ou mesmo contendas teológicas contemporâneas como teísmo aberto, teologia da prosperidade e outras infinidades de caminhos.

A maldade é indigesta. Mais ainda quando está presente nas páginas das Escrituras Sagradas, tendo como origem o Deus de amor. Durma-se então com um barulho desses. O profeta hebreu Habacuque é um dos que se espantaram diante do caos. Mirou seus olhos ao céu e bradou diante do silêncio divino: “Até quando clamarei, e não escutarás, Senhor? Ou gritarei a ti: Violência! E não salvarás?”

Esse espinhoso tema inspirou o pastor, escritor e teólogo Luiz Sayão, que o desafiou primeiro no seu mestrado em Língua Hebraica, Literatura e Cultura Judaica pela Universidade de São Paulo (USP) e agora por meio do seu mais recente livro, O Problema do Mal no Antigo Testamento: O Caso de Habacuque. Nele, o pastor propõe uma reflexão sobre as injustiças e sofrimentos dos períodos narrados no Velho Testamento bíblico, com particular atenção ao livro do profeta Habacuque.

Luiz Sayão trata do tema teodiceia, um ramo da teologia que estuda a coexistência de um Deus todo-poderoso e de bondade sem fim, com o mal. Para o autor, a esperança que brota da fé é que, apesar de o mal ter a permissão divina, Deus o utiliza para produzir um bem maior.

O livro é indicado a estudantes de teologia, seminaristas, pastores e líderes e a qualquer leitor que se interesse pelo tema teodiceia. Com uma abordagem clara, o livro propõe um olhar criterioso sobre o caso de Habacuque e pode ser utilizado em disciplinas acadêmicas como antropologia bíblica, história do cristianismo, filosofia da religião, entre outras.

Anúncios

Um comentário em “O Problema do Mal no Antigo Testamento – O Caso de Habacuque

    billysandey disse:
    5 de julho de 2012 às 3:56 pm

    Interessante, sempre fiquei curioso em adquirir esse livro! Creio que em breve estarei comprando.

Gostaria muito de conhecer sua opinião sobre este post/ I'd like to know your opinion about this post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s