Mês: março 2013

A História da Páscoa

Postado em Atualizado em

Este vídeo tem sido bastante compartilhado nas redes sociais, mas preferi fazê-lo apenas agora por esta ser a tão esperada semana “santa”, na qual comemoramos a Páscoa, uns com bastante ovos de chocolate e coelhos, outros recordando do livramento de Israel, na qual o anjo na morte “passou” (=páscoa) por cima das casas hebreias e feriu apenas os primogênitos egípcios como o décimo juízo da parte de Deus e nós os discípulos de Cristo além de fazermos menção do livramento que Deus concedeu aos hebreus no Egito, fazemos menção não numa semana anual, mas mensalmente, diariamente, constantemente do grande e inigualável sacrifício de Jesus Cristo, o Filho de Deus, por toda humanidade.

Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.

João 3:16

Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores.

Romanos 5:8

Tudo isso provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por meio de Cristo e nos deu o ministério da reconciliação,ou seja, que Deus em Cristo estava reconciliando consigo o mundo, não lançando em conta os pecados dos homens, e nos confiou a mensagem da reconciliação.

2 Coríntios 5:18-19

No Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo,
Zé Bruno

Fé e vida – uma desassociação inaceitável

Postado em Atualizado em

fishermenA fé é algo importante para aqueles que a tem. Ela é importante porque afeta todas as áreas da vida. Quem tem fé, mas tem uma vida em desarmonia com ela, pode não saber, mas vive uma incoerência, uma mentira, uma ilusão!

Quando falo em fé, não estou falando do simples ato de aceitar a existência de algo ou alguém, mas da fé que vem pelo ouvir a Palavra de Deus, aquela fé que não se pode ter em si ou nos outros, apenas em Deus. Leia o resto deste post »

Um drama missional e um igreja que não faz nada!

Postado em Atualizado em

O presente áudio é o desabafo com muita razão do Pastor Antonio Carlos Costas, presidente da ONG Rio da Paz que atua em prol dos Direitos Humanos e da Justiça Social.

Você que tem acompanhado o Blog do Zé tem lido, visto e agora poderá ouvi-lo falar neste caso sobre a prisão injusta de dois missionários brasileiros – José Dilson da Silva e Zenaide Moreira Novaes – que atuam no continente africano em um projeto de auxílio a crianças de rua e  foram detidos sob acusação de tráfico de menores e formação de quadrilha.

O Reverendo Antônio Carlos  tem mobilizado o povo brasileiro, principalmente os cristãos evangélicos a assinarem esta PETIÇÃO ONLINE e a compartilharem-na através das redes sociais e blogs para que:

às autoridades públicas do Brasil, à Presidenta Dilma Rousseff, à Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados e ao Itamaraty, que intervenham em favor da liberdade imediata desses dois compatriotas que estão sofrendo nessa nação irmã por prestarem ajuda humanitária através de um projeto social que oferece abrigo, alimentação e ensino para crianças e jovens de rua.

Atendendo esta necesside,  gostaria de solicitá-lo a orar, assinar a petição online e a compartilhá-la com o maior número de pessoas possíveis e assim ajudar aos irmãos que estão sofrendo injustamente por causa de Cristo!

No temor e tremor do Senhor,
Zé Bruno

A Igreja Evangélica e a Justiça Social

Postado em Atualizado em


Neste vídeo o reverendo Antonio Carlos Costa, presidente da Rio da Paz, ONG que atua na defesa dos direitos humanos, se dirige à igreja evangélica no Brasil a respeito da necessidade de reconhecer a justiça social como parte de sua missão.

Ele trata do discurso de muitos pastores de fora que vem ao Brasil e enfatizam a evangelização como a missão primordial da igreja, que segundo o Rev. Antônio  Carlos o fazem por desconhecerem a realidade na qual muitas cidades brasileiras se encontram, sob a sombra da violência urbana, doméstica, drogas, prostituição, corrupção etc. E ignoram que o evangelho não se preocupa apenas com uma vida pós morte, mas pré também!

A dicotomia entre evangelismo e responsabilidade social tem sido bastante discutida nos meios teológicos e missiológicos. Para alguns a missão primordial da igreja é a evangelização,  esta foi a posição de Stott em 1966 no 1º Congresso Mundial de Evangelização, porém este mudou de opinião ao ser convencido em 1974, no 2º CME:

Agora vejo mais claramente que não apenas as consequências da comissão, mas a comissão em si precisam ser entendidas no sentido de incluir a responsabilidade tanto social quanto evangelística, para que não nos tornemos culpados de distorcer as palavras de Jesus¹

No verbo encarnado,
Zé Bruno

______________________________________________
1 STOTT, John. A Missão Cristã no Mundo Moderno. Viçosa: Editora Ultimato. 2010, p.27

Frase da Semana 35 – Bruce Werner

Postado em

Nós fazemos justiça diferente de como Deus faz.
Nós aplicamos a punição no culpado, Ele aplicou no inocente.

Bruce Werner

#2 Pertubação: A igreja começa a pagar caro por honrar a quem não merece respeito.

Postado em Atualizado em

A igreja começa a pagar caro por honrar a quem não merece respeito. Hoje o Brasil pede para que um pastor seja retirado de função pública intimamente relacionada ao cristianismo. Marco da influência cristã na cultura do Ocidente. Cargo perfeito para quem conhece a Cristo e o conceito cristão referente à dignidade da vida humana. Lutar pelos direitos humanos é coisa de quem conhece o livro de Gênesis e a cruz.

A rejeição deveria ser encarada por todos como o juízo divino sobre uma igreja que tem brincado de religião, desperdiçando oportunidade rara de conduzir milhares a Cristo, uma vez que em poucas ocasiões da história pode se ver tantos tão abertos à mensagem do evangelho como observamos no Brasil.

Precisamos de urgente reforma no púlpito. Pastores que estudem, leiam jornal, revelem sensibilidade cultural, amem mulher e filhos, possuam espírito público, tenham compaixão pelo pobre, preguem as Escrituras, saibam conviver com o pluralismo de idéias, encarnem a vida de Cristo.

Será que a voz das ruas trará mais sobriedade, sensibilidade, verdade, bom senso aos pregadores brasileiros? Veremos igrejas deixarem de ser condescendentes com pregação estúpida, descortês e que trata a própria comunidade da fé como se fosse composta por imbecis?

Antônio Carlos Costa

Uma breve história da música cristã brasileira

Postado em Atualizado em

Por Fábio Sampaio

zxc-712848Muito se fala sobre a música cristã brasileira, mas qual a principal característica dela?

De onde veio? Dá pra saber para onde vai?

Bom, venho refletindo sobre isso já há alguns anos e as conclusões a que cheguei são as seguintes:

Até a década de 1960 a música cristã brasileira limitava se basicamente a versões de hinos e corinhos estrangeiros, em sua maioria norte-americanos.

Foi nos anos 60 que os primeiros grupos musicais/missionários começaram a ganhar força e renome nacional. Aqui, citarei o Vencedores Por Cristo como o mais influente. Leia o resto deste post »

Campanha – Fale por Direitos Humanos na Câmara

Postado em Atualizado em

Defendei o pobre e o órfão; fazei justiça ao aflito e necessitado. (Salmos 82:3)

Fale-MF01

A violação dos Direitos Humanos no Brasil é um problema com muitas facetas e dimensões. Somos um país que ainda tem marcas profundas de seu passado colonial escravista e que não conseguiu equacionar devidamente problemas como concentração de terra e riqueza. É preciso lembrar que ainda hoje uma significativa parcela de nossa gente sofre com os múltiplos abusos que lhe roubam a possibilidade de viver com dignidade. O enfrentamento da tortura, do tráfico de pessoas, do trabalho escravo, da violência e corrupção policial, da discriminação racial, bem como outras formas de aviltamento da dignidade humana são dos desafios mais prementes entre nós.

Considerando tudo isto, o recente anúncio de que o Partido Social Cristão (PSC) indicaria o Deputado Pr. Marco Feliciano para assumir Leia o resto deste post »

A última lição de Bento

Postado em Atualizado em

bentoxvi

O Protestantismo brasileiro é tradicionalmente anticatólico, tanto que para muitos a conversão é entendida como mudança de religião, ou seja, sair do catolicismo para o protestantismo. Para estes, idolatria é mal de católico, não enxergando os seus próprios ídolos.

O Reverendo Presbiteriano Timothy Keller compreende a idolatria como “construir a vida em torno de uma alegria incompleta deste mundo” e alerta-nos: Leia o resto deste post »