Mês: fevereiro 2016

A tentação para não orar

Postado em Atualizado em

Quando o assunto é tentação a esfera sexual acaba sendo o foco do assunto como se esta fosse a maior. Todavia ignoramos uma tentação que é tão sútil e cujas consequências são tão desastrosas quanto outras, se não pior: a tentação para não orarmos!

As distrações que surgem são diversas, desde a uma vida cheia de responsabilidades e tarefas quanto passar horas a fio nas redes sociais ou diante do computador ou um console jogando algum game. São distrações que ofuscam ou tentam ofuscar a nossa mente e drogam nossa consciência para que ignoremos a nossa necessidade vital de oração.

Para aqueles que buscam um pragmatismo que justifique a oração, respondo através de Colossenses 1.16: “tudo foi criado por ele e para ele”, a duas perguntas básicas: Leia o resto deste post »

Avareza, a ambição dobrada

Postado em

Avareza - sete pecados
O pecado da avareza centraliza-se na ambição dobrada: obter o que não temos e manter o que temos. O contraponto do primeiro é o contentamento e do último a generosidade, ambos são o cerne da misericórdia.

Enquanto a ambição nega aos outros até mesmo a justiça, a misericórdia oferece mais do que apenas justiça — seu caráter é dar além da razão, além da justiça, além da expectativa. Como Portia, de Shakespeare, diz em O Mercador de Veneza: “A qualidade da misericórdia não é forçada”.

Em outras palavras, a avareza pode precipitar outros pecados tanto de comissão (como fraude, traição e violência) quanto de omissão (como a indiferença em relação às necessidades do próximo). Os estudiosos medievais caracterizavam, de maneira resumida, os pecados de omissão simplesmente como “insensibilidade para com a misericórdia”. Leia o resto deste post »