amor

Frase 45 – Anônimo

Postado em Atualizado em

O coração de uma mulher deve ser tão próximo de Deus que um homem precisa persegui-lo para encontrá-la.

Anônimo

Por uma Igreja com a cara de Jesus – uma reflexão sobre o caráter de Cristo e os desvio da Igreja.

Postado em Atualizado em

Por-uma-igreja-com-a-cara-de-Jesus-205x300Título: Por uma Igreja com a cara de Jesus
Autor: Leonardo Brito
Editora: Fonte Editorial
Onde comprar? Fonte Editorial – Livraria Ágape
Quando li: junho/2013
Meu Comentário: O professor Leonardo Brito escreveu esta obra, dividindo-a em 5 capítulos, nos quais traça um paralelo entre a pessoa de Jesus e sua igreja hoje.

Com um vocabulário vasto e contundente, Brito faz de sua obra um anuncio profético contra os desvio de uma igreja que caminha alheia ao seu Senhor.

Sua mensagem é contra liderança e membresia cujo estilo de vida em nada reflete a glória de Deus, em nada é luz no mundo, em nada é sal da terra.

Como o próprio subtítulo diz é “uma reflexão sobre o caráter de Cristo” apresentando sua simplicidade (Cap.1), seu amor (Cap.2), sua liberdade (Cap.3), Leia o resto deste post »

Casamento e Amor – John Piper, D. A. Carson, Tim Keller

Postado em Atualizado em

Pra mim este vídeo foi uma luz sobre qual deve ser o fundamento do casamento. Digo isso porque nunca percebi a profundida do que significa entender o casamento como uma aliança e não um mero contrato, que pode ser desfeito a qualquer momento ou onde qualquer pessoa pode realizá-lo.

Este três homens trazem luz sobre este tema importantíssimo que diz respeito a maioria de nós e em dias onde o divórcio é algo tão normal, principalmente na comunidade dos seguidores de Jesus Cristo, é essencial irmos na contra-mão do mundo e perseverarmos na aliança que fizemos ou faremos diante de Deus, dos homens e de quem amamos!

No Cristo,
Zé Bruno

#3 Pertubações: Protestando contra a maldade sem deixar de “amar a quem se deveria odiar”

Postado em Atualizado em

A época de Atos era uma época meio bizarra. Era aquela época que nego virava e ficava feliz de ter feito alguma coisa na Igreja, e de ter apanhado por ter feito isso – olha que viagem, né?

Aí me vira uma pancada de gente hoje, querendo reviver os tempos de Atos, loucos para serem considerados os ~loucos deste mundo~ querendo apanhar e serem censurados por servirem à Deus e acabam esquecendo de fazer uma só coisa: dar motivo (pelo menos o motivo certo) para apanharem.

Os discípulos apanharam não só porque serviam à Deus, mas porque suas atitudes iam na contramão dos interesses (inclusive religiosos) de toda uma sociedade. Eles faziam isso não pra ser do contra, mas porque entenderam seus propósitos e ações.

Ser do contra não é ser cristão, ser do contra é ser chato. Um cristão diferencia-se de um chato qualquer porque tem um objetivo só: ser imitador de Cristo. Então, antes de achar que ir na contramão do mundo é ser contra homossexualismo e lutar contra os direitos de homossexuais, deixa eu te avisar uma coisa: isso é o que todo mundo faz.

Manifestar ódio e repúdio ao diferente, ao que discorda não é ser diferente, é ser mais do que há por aí. Ir na contramão do mundo é amar a quem deveria se odiar. É restaurar a orelha do policial que veio te prender, assim como abraçar aquele que quer derrubar a sua igreja e acha que crente deve tudo morrer.

Ser louco para o mundo não é armar um circo político para manter a igreja salva, é chegar no Jean Wyllys e parabenizá-lo pela militância contra o trabalho infantil. Ser louco para o mundo é manter-se fiel aos princípios da Bíblia, sendo irrepreensível e pregar o Evangelho. Não uma historinha linda com final feliz, não uma historinha de gênio da lâmpada, não uma fábula antiga sobre leões e gigantes. Mas pregar a Palavra, pregar a conversão e pregar a Vida Nova.

Igor Santos (Abigobaldo)

Umas das primeiras cenas da trilogia Homem-Aranha mostra Peter Park no corredor de um edifício cruzando com um homem que acaba de cometer um crime. Não há por parte de Peter, nenhuma reação para tentar neutralizar o infrator. Existe inclusive um ar de prazer no seu rosto, pois as vítimas tinham acabado de se desentenderem com o mesmo. Ao sair do edifício, o criminoso atira no tio de Peter ( pai de criação) que esperava-o no carro.E a vida imita a arte. Ou seria, a arte imita a vida? As ações e omissões que praticamos diariamente não afeta somente o alvo visado ou o mais próximo. Afeta a todos os homens. Uma agressão a qualquer ser humano é uma agressão a todos os homens. Omitir-se diante das injustiças praticadas na nossa frente, só porque elas não dizem respeito diretamente a nós, é cooperar com o mal. O efeito é em cadeia. Pequenos atos diários e aparentemente insignificantes preparam o solo onde de tempos em tempos o mal apresenta sua face terrível e crava suas garras no peito de milhares de inocente. Não se levantar em protesto diante da maldade é adubar o terreno. Como alguém bem sintetizou : para que o mal prospere, basta que homens de bem não faça nada. Nós não podemos por uma máscara e sair voando entre edifícios e carros, mas com rostos descobertos, fazendo o bem sem olhar a quem, podemos mostrar que o bem também tem um rosto a ser conhecido.

Rodrigo Moreira

A história de Ian e Larissa

Postado em Atualizado em

O que é mais importante em um casamento? Neste emocionante vídeo, Ian e Larissa encarnam a demonstração de que o casamento é primariamente uma questão de demonstrar o amor fiel entre Cristo e Sua Igreja.

Larissa Murphy (27) é esposa de Ian (27), e eles vivem no oeste da Pensilvânia. Larissa trabalha com marketing em um banco local e bloga no Pray for Ian [Ore pelo Ian]. Ian passa seu tempo junto à sua empresa, Vinegar Hill. A história do relacionamento deles, suas provações nesta incomum união e do reflexo do amor do Salvador através do casamento deles foi contada recentemente através de um documentário online.

Que através deste vídeo você possa repensar seu (futuro) casamento.

Créditos, transcrição, download e livro citado: Voltemos ao Evangelho

Frase da Semana 18 – Arcebispo William Temple

Postado em

Adorar significa vivificar a consciência mediante a santidade… alimentar a mente com toda verdade de Deus… purgar a imaginação com a beleza de Deus… abrir nossos corações para o amor de Deus… e dedicar nossa vontade à vontade e aos propósitos de Deus.

Arcebispo William Temple

Frase da Semana 09 – A.W.Tozer

Postado em Atualizado em

O cristão verdadeiro é uma pessoa estranha em todos os sentidos. Ele sente um amor supremo por alguém que ele nunca viu; conversa familiarmente todos os dias com alguém que não pode ver; espera ir para o céu pelos méritos de outro; esvazia-se para que possa estar cheio; admite estar errado para que possa ser declarado certo; desce para que possa ir para o alto; é mais forte quando é mais fraco; é mais rico quando é mais pobre; mais feliz quando se sente pior. Ele morre para que possa viver; renuncia para que possa ter; doa para que possa se manter; vê o invisível, ouve o inaudível e conhece o que excede todo o entendimento.

A. W. Tozer.

Uma palavra sobre Ficar

Postado em Atualizado em

Um assunto bastante sugestivo para uma boa discussão é falar sobre algumas práticas sociais, afinal quem vai andar na contramão e não ouvir nada?! A sociedade tem passado por várias transformações, principalmente em suas práticas e conceitos, como por exemplo, o ficar. De acordo com Bauman[1] o adjetivo líquido é o melhor para descrever nosso tempo pós-moderno, por exemplo ao se referir a um amor líquido[2], trata justamente de relacionamentos sem consistência, sem solidez, frágil e dentre tantas formas de amar assim o ficar é algo bem característico deste tempo em que vivemos.

O que é ficar? Ao fazer esta pergunta para uma jovem ela prontamente respondeu: “é o momento.” Leia o resto deste post »