Anthony Garotinho

Vale lembrar: os evangélicos e a política brasileira

Postado em Atualizado em

by Lucas GamaA história da participação dos evangélicos no processo eleitoral brasileiro tem demonstrado que muitos não conseguem aliar sua fé com a ética que ela exige. A comunidade daqueles que dizem adorar o Deus e Pai de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo tem demonstrado um comportamento incompatível com essa relação.

Em 1989 nas eleições para Presidente da República, na qual concorreram Lula, Collor, Mário Covas, Ulisses Guimarães e Leonel Brizola, o ativismo eleitoral dos evangélicos não apareceu, porém no segundo turno, segundo Ricardo Mariano [1]: Leia o resto deste post »

Anúncios