marcos almeida

“Eu, Sarau” em Maceió

Postado em Atualizado em

Há alguns meses (6 de novembro de 2015)  a cidade de Maceió foi palco de um espetáculo belíssimo, emocionante e cheio de esperança. A turnê “Eu, Sarau” do senhor Marcos Almeida passou por aqui e sem dúvida deixou registrado o conceito de sua arte. Uma arte que ultrapassa os muros da religião, que não é artefato dela, mas que é de Deus, que dialoga com a cultura e fala da vida, de esperança, do amor, de pessoas…

O “Eu, Sarau” é um show autoral, poético e brasileiro. Marcos Almeida traz em seu repertório canções da época do Palavrantiga, algumas novas e outras composta para amigos. Além disso ele apresenta ao seu público a poesia brasileira de Carlos Nejar, e o próprio poeta através dos “causos” que conta. Leia o resto deste post »

Anúncios

Entrevista #3 – Marcos Almeida (parte 2)

Postado em Atualizado em

No primeiro final de semana de Agosto de 2013 aconteceu a VI Conferência L’Abri Brasil em Atibaia, São Paulo, cujo o tema foi: “Fé e Sexo – sexualidade e afetividade no olhar cristão”

Marcos Almeida, vocalista da Banda Palavrantiga, foi o palestrante convidado para falar sobre: “Por Vênus ou Eros: a MPB entre dois amores rivais.”

Nesta segunda e última parte da entrevista conversamos sobre os rumos do Palavrantiga, como ocorre seu processo de composição, seu pensamento sobre o crossover, a evolução da música religiosa, o que ele lê e ouve e muito mais.

Naquele que nos chamou à vida abundante,
Zé Bruno

*Participação de Ernesto Souza.

**Se você não ouviu a primeira parte clique aqui.

Entrevista #3 – Marcos Almeida (parte 1)

Postado em Atualizado em

No primeiro final de semana de Agosto de 2013 aconteceu a VI Conferência L’Abri Brasil em Atibaia, São Paulo, cujo o tema foi: “Fé e Sexo – sexualidade e afetividade no olhar cristão”

Marcos Almeida, vocalista da Banda Palavrantiga, foi o palestrante convidado para falar sobre: “Por Vênus ou Eros: a MPB entre dois amores rivais.”

No final da conferência tive a oportunidade de bater um papo com ele sobre sua relação com o L’Abri, Hans Rookmaker, movimentos de adoração, Rodolfo Abrantes, Calabar, seu livro, música e muito mais.

Naquele que nos chamou para esperança,
Zé Bruno

Eu fui ao L’abri #1 – Conferência L’Abri 2013

Postado em Atualizado em

conferencialabri13-01

Conheci Francis Schaeffer da mesma forma como conheci C.S.Lewis, na leitura. A medida que comecei a ler acabava esbarrando em citações desses e outros autores clássicos. Através de Schaeffer conheci o L’abri, um ministério que ele iniciou em sua casa nos Alpes, onde pessoas das mais diversas partes do mundo, das mais diferentes crenças e profissões iam lá para conversar sobre fé, cultura, arte, filosofia e muitas destas acabavam se convertendo a fé cristã.

Há alguns anos soube que abriu um L’abri aqui no Brasil, lá em Belo Horizonte e comecei a fazer uso dos recursos disponíveis no site como os áudios das suas séries de estudo e textos, e ficava com a maior vontade de ir para um retiro temática ou um termo de estudo, mas nunca dava certo. Mas pela graça de Deus pude ir na Conferência L’abri 2013, que ocorreu nos dias 2, 3 e 4  de agosto na Estância Palavra da Vida em Atibaia, São Paulo. Leia o resto deste post »

#4 Pertubações: Sobre Religião e Pornografia

Postado em Atualizado em

Uma religião que nos priva de ver pessoas tridimensionais é tão pervertida quanto uma sexualidade venal, pornográfica. Não desejo enxergar o outro como um mero objeto.

Objetos das encíclicas, objetos das doutrinas, objetos pagãos, objetos imorais, objetos das heresias, objetos das conspirações, objetos escatológicos, objetos da minha justiça, objetos de objetos.

O viciado em pornografia se encontra com o viciado em religião, pois os dois conseguem reduzir o outro a uma superfície material sem profundidade, sem dilemas, sem guerras interiores, sem alma.
Quem poderá nos livrar dessas prisões senão Jesus?

“E, levantando ele os olhos, disse: Vejo os homens; pois os vejo como árvores que andam. Depois disto, tornou a pôr-lhe as mãos sobre os olhos, e o fez olhar para cima: e ele ficou restaurado, e viu a todos claramente.” Marcos 8:24-25

Jesus nos toca outra vez e nos faz “olhar para cima”, muda a direção do nosso olhar, e quando isso acontece, finalmente somos capazes de ver os homens diferentes das árvores, ver os homens diferentes dos objetos, ver os homens como seres humanos. Somente pela Graça é que podemos ver a todos claramente!

Que Ele – é a minha esperança – torne a pôr as mãos sobre os nossos olhos!

Paz!
Marcos Almeida

Subvertendo o mundo com a esperança

Postado em Atualizado em

by Marcos Almeida


Ninguém fica pedindo para uma macieira dar maçãs, pois esse é o fruto esperado de tal árvore. Da mesma forma, seria desnecessário solicitar ao cristão uma arte cristã, exatamente porque toda expressão sincera e honesta daquele que se imbuiu do evangelho reflete-se numa arte evangélica. Então, quando o artista olhar para o mundo, tentando descrevê-lo como um narrador sensível e atento, ou quando precisar dar significado a ele, comunicando aos outros e a si mesmo o sentido da vida, tudo que chegar aos seus olhos passará primeiro pelas lentes da Boa Nova. Sendo assim, toda arte que fizer de forma alguma poderá estar separada do evangelho! Caso isso aconteça, temos um excelente caso de esquizofrenia: de um lado, a vida privada do cristão; de outro, sua produção artística totalmente desvinculada do que ele acredita. Leia o resto deste post »

Conferência Oxigênio – PARA NOSSA ALEGRIA :)

Postado em Atualizado em

Nesta semana o site e a programação da Conferência Oxigênio foi lançado PARA NOSSA ALEGRIA (ou minha), pois dentre os convidados desta edição estão o Pastor Carlos Queiroz, ex-diretor executivo da Visão Mundial e uma das vozes mais importantes da Missão Integral e a presença de uma das bandas que mais tenho admiração depois da Hillsong e Delirious?, Leeland; tal admiração deve-se ao conteúdo de suas letras e ao engajamento deles com a Justiça Social.

Acredito que esta edição será melhor do que a de 2011, a qual estive presente e gostei bastante, tanto pela qualidade do evento quanto pela proposta de não oferecer apenas um entretenimento “gospel”, mas levar a juventude a pensar acerca da missão da igreja e de seu papel como parte do corpo de Cristo.

Bom, mas o evento não se resume apenas com estes dois nomes, pelo contrario: Marcos Almeida, Sérgio Pavarini, Alexandre Ximenes, Banda Resgate, Lucas Souza, Rodolfo Abrantes, Luke Greenwood, Luiz Pianowski, Guilherme Franco, Ariovaldo Jr., Fábio Silva, Sandro Baggio, Tanlan, Hibernia, Filipe Flakes e acredito que possivelmente outros.

Bom, já fiz minha inscrição e convido você leitor para estar presente nos três dias de conferência em Recife e acredito que serão dias edificantes e empolgantes!

Para maiores informações: http://www.conferenciaoxigenio.com.br/