Palavrantiga

“Eu, Sarau” em Maceió

Postado em Atualizado em

Há alguns meses (6 de novembro de 2015)  a cidade de Maceió foi palco de um espetáculo belíssimo, emocionante e cheio de esperança. A turnê “Eu, Sarau” do senhor Marcos Almeida passou por aqui e sem dúvida deixou registrado o conceito de sua arte. Uma arte que ultrapassa os muros da religião, que não é artefato dela, mas que é de Deus, que dialoga com a cultura e fala da vida, de esperança, do amor, de pessoas…

O “Eu, Sarau” é um show autoral, poético e brasileiro. Marcos Almeida traz em seu repertório canções da época do Palavrantiga, algumas novas e outras composta para amigos. Além disso ele apresenta ao seu público a poesia brasileira de Carlos Nejar, e o próprio poeta através dos “causos” que conta. Leia o resto deste post »

Anúncios

Entrevista #3 – Marcos Almeida (parte 2)

Postado em Atualizado em

No primeiro final de semana de Agosto de 2013 aconteceu a VI Conferência L’Abri Brasil em Atibaia, São Paulo, cujo o tema foi: “Fé e Sexo – sexualidade e afetividade no olhar cristão”

Marcos Almeida, vocalista da Banda Palavrantiga, foi o palestrante convidado para falar sobre: “Por Vênus ou Eros: a MPB entre dois amores rivais.”

Nesta segunda e última parte da entrevista conversamos sobre os rumos do Palavrantiga, como ocorre seu processo de composição, seu pensamento sobre o crossover, a evolução da música religiosa, o que ele lê e ouve e muito mais.

Naquele que nos chamou à vida abundante,
Zé Bruno

*Participação de Ernesto Souza.

**Se você não ouviu a primeira parte clique aqui.

Entrevista #3 – Marcos Almeida (parte 1)

Postado em Atualizado em

No primeiro final de semana de Agosto de 2013 aconteceu a VI Conferência L’Abri Brasil em Atibaia, São Paulo, cujo o tema foi: “Fé e Sexo – sexualidade e afetividade no olhar cristão”

Marcos Almeida, vocalista da Banda Palavrantiga, foi o palestrante convidado para falar sobre: “Por Vênus ou Eros: a MPB entre dois amores rivais.”

No final da conferência tive a oportunidade de bater um papo com ele sobre sua relação com o L’Abri, Hans Rookmaker, movimentos de adoração, Rodolfo Abrantes, Calabar, seu livro, música e muito mais.

Naquele que nos chamou para esperança,
Zé Bruno

Conferência Oxigênio 2013 – Resumão

Postado em Atualizado em


No último final de semana do mês de setembro, como tem acontecido desde sua primeira segunda edição, aconteceu a 4º Conferência Oxigênio em Recife, Pernambuco.  O evento foi sediado no Teatro Luiz Mendonça, em frente a praia de Boa Viagem.

Com o tema “Vou à Luta”, esta edição buscou tratar sobre a necessidade que nós cristãos temos de irmos as ruas pela causa do evangelho, mas sem reduzir isso a ações evangelísticas ou só de justiça social.

A abertura contou com a preleção do Sandro Baggio que falou sobre as armas que precisamos para irmos a luta: o amor, a fé, a oração e a esperança. Logo após houve a excelente apresentação do Paulo César Baruk que nos deu um show de primeira (há quem comparou seu show com o do Bruno Mars!!!).

No sábado o pastor Halley Franco falou sobre “O Jovem e as Missões Transculturais”, exortado-nos ao engajamento missionário: “Nós temos que nos engajar para alcançarmos a vida mais distante.” Em seguida, Guilherme de Carvalho subiu ao palco para nos falar sobre “O cristão e os movimentos sociais”, nesta plenária falou sobre o Reino de Deus e disse: “Nós precisamos saber que nós não trazemos Leia o resto deste post »

Rookmaaker – arte e mente cristã

Postado em Atualizado em

capa_rookmaaker_frente_webTítulo: Rookmaaker – arte e mente cristã
Autor: Laurel Gasque
Editora: Ultimato
Onde comprar? Ultimato – Livraria Ágape (AL)
Quando li: set/2013
Meu Comentário: Quem que já cantou “eu leio Rookmaaker…”, não se perguntou quem ele era? Bom, muita gente vai ao google em busca de respostas e acaba na wikepédia, mas talvez a melhor forma de conhecê-lo seja lendo sua biografia, a qual  chega ao público brasileiro pela editora Ultimato.

Sua biografia, escrita por uma amiga, está repleta de nomes, pessoas cujas vidas foram de grande ajuda para Hans tanto quanto foram ajudadas por ele através de sua vida e ensino. “Hans era o cara da arte”, mas  não foi nenhum artista, apenas um apreciador dela.

Este grande homem passou pelos males da guerra e superou-os, dedicando-se aos estudos e apesar de não ser Leia o resto deste post »

A Arte não precisa de Justificativa

Postado em Atualizado em

capa_arte_justificativaTítulo: A Arte não precisa de Justificativas
Autor: Hans R. Rookmaaker
Editora: Ultimato
Onde comprar?  Editora Ultimato – Livraria Ágape (AL)
Quando li: julho/203
Meu Comentário: Tenho que agradecer ao Palavrantiga por apresentar tanto a mim quanto ao Brasil, Rookmaaker. Foi através da canção que recebe seu nome, que procurei saber quem ele era.

A partir dai, descobri que Rookmaaker “foi fundador e professor do departamento de história da arte da Universidade Livre de Amsterdã e, talvez, o principal historiador e crítico cultural protestante do século 20. Deixou dezenas de livros publicados, abordando as relações entre a cultura e o cristianismo, centenas de artigos, como também departamentos de arte estruturados tanto na Europa como nos Estados Unidos.”  Leia o resto deste post »

Compaixone-se – Compassion | Vídeo Promo (HD)

Postado em Atualizado em


Confesso que ando cansado de composições cujo conteúdo são alheios a vida e que no máximo são a extração de textos, mas com desrespeito a seus contextos e a realidade.

Por muito tempo esse tem sido o tipo de composição de alguns grupos evangélicos, todavia já deu, penso que a música evangélica brasileira precisa amadurecer e se libertar de si, passando a caminhar no chão da existência, enxergando as diferenças que compõe nosso mundo e tirar delas uma poesia que nos leve a oração e a militância para que a justiça corra verdadeiramente em nossas ruas e cidades.

Gosto de ver o novo, principalmente quando este novo é o velho que a muito tempo deixou de ser visto e vivido.

Quando ouço falar de uma nova banda no cenário nacional, de começo humilde, pequeno, mas com pessoas que antes de serem artistas são engajados em questões sociais em suas cidades, boto a “mô fé”. Principalmente porque é uma banda formada por amigos e que têm como suas influências musicais o U2, Delirious?, ColdPlay, Palavrantiga, Jota Quest e outros, sem falar que se descrevem com o seguinte objetivo “fazer música, música honesta, sincera, que conecte às pessoas ao mundo e o mundo as pessoas”.

Esta banda é a Compassion e o vídeo acima é seu promo, espero que assim como eu, você o ouça e se deixe levar pela sua dinâmica e desafio.

Para maiores informações:
Site: http://www.compassion.art.br
Facebook: http://www.facebook.com/compassionoficial
Twitter: @bandacompassion
E-mail: contato@compassion.art.br

Na compaixão do Cristo,
Zé Bruno

Uma breve história da música cristã brasileira

Postado em Atualizado em

Por Fábio Sampaio

zxc-712848Muito se fala sobre a música cristã brasileira, mas qual a principal característica dela?

De onde veio? Dá pra saber para onde vai?

Bom, venho refletindo sobre isso já há alguns anos e as conclusões a que cheguei são as seguintes:

Até a década de 1960 a música cristã brasileira limitava se basicamente a versões de hinos e corinhos estrangeiros, em sua maioria norte-americanos.

Foi nos anos 60 que os primeiros grupos musicais/missionários começaram a ganhar força e renome nacional. Aqui, citarei o Vencedores Por Cristo como o mais influente. Leia o resto deste post »

Os caminhos do rock com Palavrantiga

Postado em Atualizado em

by Felipe Gatto
Palavrantiga mistura de rock, poesia e fé
Palavrantiga mistura de rock, poesia e fé

Acreditar na poesia da vida – com suas nuances positivas e negativas –, expressa por meio de música e escrita, é o significado de Palavrantiga. Esse conceito reflete o trabalho de uma banda de rock que deseja que as pessoas vivam bem e com esperança.

Apesar de falarem de fé e Deus em suas canções, o conjunto não se rotula de gospel. Eles se dizem defensores da mistura musical, da invenção e da provocação, fazendo um som que denominam simplesmente “rock brasileiro”.

Para eles, todas as músicas têm rock, seja na mescla ou na sobreposição de texturas e variantes. O repertório da banda é influenciado por artistas distintos, desde Jorge Ben, passando por Kings of Leon e The Killers, até chegar ao reggae do Groundation. Leia o resto deste post »

Subvertendo o mundo com a esperança

Postado em Atualizado em

by Marcos Almeida


Ninguém fica pedindo para uma macieira dar maçãs, pois esse é o fruto esperado de tal árvore. Da mesma forma, seria desnecessário solicitar ao cristão uma arte cristã, exatamente porque toda expressão sincera e honesta daquele que se imbuiu do evangelho reflete-se numa arte evangélica. Então, quando o artista olhar para o mundo, tentando descrevê-lo como um narrador sensível e atento, ou quando precisar dar significado a ele, comunicando aos outros e a si mesmo o sentido da vida, tudo que chegar aos seus olhos passará primeiro pelas lentes da Boa Nova. Sendo assim, toda arte que fizer de forma alguma poderá estar separada do evangelho! Caso isso aconteça, temos um excelente caso de esquizofrenia: de um lado, a vida privada do cristão; de outro, sua produção artística totalmente desvinculada do que ele acredita. Leia o resto deste post »