preconceito

Sem essa de príncipe e princesa de Jesus!

Nota Postado em Atualizado em

581172_216331611839414_826649284_nEste papo de “príncipes e princesas de Jesus” como referência ao tipo de pessoa que o cristão deve buscar para se relacionar além de ser culturalmente influenciado, é preconceituoso, infantil e sem base bíblica!

A questão é que este movimento de “príncipes e princesas de Jesus” acabam sendo preconceituoso uma vez que veem nesta figura real um ideal, um padrão de algo positivo e bom, enquanto que nas histórias dos príncipes e princesas que acabam servindo de referência para este modismo, Leia o resto deste post »

Casa Grande ou Casa Nova? As Duas

Postado em Atualizado em

Esta canção retrata a realidade dos negros quando escravos no Brasil e sob o poder da Casa Grande viviam nas senzalas separados de todos, todavia quando este negro tem uma vida com Cristo ocorre uma libertação maior: a do poder do pecado e da morte e por isso podemos cantar junto com o poeta: 

“No coração de um negro há uma Casa Nova,
Sem palmatória, sem corrente obrigatória,
Sem mais senhores, todos são, de todo, amigos
E nas paredes não há Cristos esquecidos…”

O evangelho não considera apenas uma dimensão humana em detrimento ou alheia a outra, mas o “homem todo” ou como diria José Ortega y Gasseto “o homem é o homem e suas circunstancias”. Logo, precisamos abandonar todo nosso preconceito e não apenas o racial, bem como construir uma cultura de igualdade, tendo em vista que todos, apesar das nossas diferenças são “imagem e semelhança de Deus”!

No amor de Cristo,
Zé Bruno