reducionismo

BOICOTAR NÃO É PARA TODOS – uma postura cínica de uma agenda reducionista

Postado em Atualizado em

Texto publicado originalmente para o blog: Via Fidei – Caminho da fé

Boicote-APV

Recentemente Ana Paula Valadão publicou um texto onde não só demonstra sua indignação como convoca seu público a boicotarem a C&A por causa de propagandas da coleção Ouse, Misture e Divirta-se, as quais, segundo a cantora, fazem uma apologia a ideologia de gênero. Compreendo a indignação da Ana, sou contra a cosmovisão hedonista por trás da campanha publicitária da C&A, mas discordo do método proposto para lidar com isso, a não ser que se faça o mesmo com todas as marcas cuja cosmovisão presente em suas propagandas e produtos não seja cristã e neste caso, faço minhas as palavras de Paulo “teríamos que sair do mundo”.

Há pouco menos de um ano o pastor Silas Malafaia havia convocado o “povo de Deus” para boicotar O Boticário, devido sua propaganda do dia dos namorados ter incluso entre os casais presentes alguns homossexuais. O irônico sobre isto é que a Vivo também havia produzido uma propaganda do dia dos namorados com o mesmo molde, cuja única diferença foi que esta foi lançada um pouco antes daquela. O que nos leva a pergunta: “se é para boicotar quem faz apologia a homossexualidade então por que o pastor não convocou um boicote a Vivo também? Se é para boicotar a C&A por causa da imoralidade presente em suas propagandas, então por que não fazer o mesmo com a Rede Globo que faz o mesmo através de suas novelas? Leia o resto deste post »